Yattó - Economia Circular
- BLOG YATTÓ

Transformando poliestireno em material para ponto de venda com a Danone e a Portalplast

Após abrir caminho para a reciclagem do poliestireno com a adesão ao programa Yattó Transforma, visando alavancar a reciclagem do PS (poliestireno) pós-consumo no Brasil, a parceria com a Danone também trouxe outras oportunidades de transformação de resíduos e divulgação da marca.

Uma dessas oportunidades é a transformação de resíduos pós-consumo em materiais para ponto de venda, reaproveitando os recursos da própria marca e permitindo a exibição das ações ligadas às metas ESG para os consumidores no ponto de venda, gerando maior fidelidade e reputação positiva para a Danone.

O PS é um tipo de plástico utilizado principalmente em copinhos de água e embalagens de iogurte e lácteos, em geral, e ainda é um material comumente destinado a aterros sanitários e/ou lixões ao ar livre.

 

Yattó - Economia Circular

 

A reciclagem de poliestireno na prática

Para promover a reciclagem desse material, o programa Yattó Transforma trabalha em parceria com cooperativas de catadores de recicláveis, recicladores e transformadores, com cada um deles focado em uma parte específica do processo.

  1. Triagem nas cooperativas de catadores — As cooperativas recebem as embalagens pós-consumo e realizam a segregação, beneficiamento e armazenamento temporário do material em forma de lotes com quantidades adequadas para a coleta.
  2. Transformação do resíduo em resina PCR — O material é então transportado para os recicladores, que executam a lavagem, moagem e extrusão, transformando-o em uma resina pós-consumo (PCR).

Yattó - Economia Circular

 

  • Transformação da resina PCR em chapas de PS — A resina, já transformada, é enviada para empresas que a utilizam como matéria-prima para transformação em novos produtos com novas aplicações, incentivando a cadeia de circularidade do material.

Um dos usos para essa resina de PS reciclado é a aplicação em chapas, como as fabricadas pela Portalplast, empresa parceira do projeto e especialista em soluções para o mercado de embalagens e materiais plásticos. Essas chapas podem ser utilizadas em displays de pontos de venda, em materiais de comunicação, crachás de identificação, e muito mais!

 

Yattó - Economia Circular

Personalização do produto conforme necessidade do cliente — Depois de toda a transformação do resíduo em novas chapas de PS, ainda existe a etapa de personalização do material para que atenda às necessidades da marca no ponto de venda. Confira como ficou:

 

Yattó - Economia Circular

 

Resultados

Desde o início da parceria, em maio de 2023, já transformamos mais de 60 toneladas de embalagens flexíveis de PS. Para entendermos esse número, seria o equivalente a 24,2 milhões de embalagens de Danoninho que deixaram de ser destinadas ao aterro sanitário e retornaram como recurso para a economia.

Além disso, o uso de produtos reciclados impacta diretamente o meio ambiente e a sociedade, por ajudar na preservação de recursos naturais e gera renda extra para as cooperativas de reciclagem e seus catadores, tornando o trabalho deles mais justo e melhor remunerado.

Impactos Ambientais

Ao aderir ao Programa Yattó Transforma, a Danone minimizou o impacto ambiental, evitando que embalagens fossem parar em aterros sanitários e, desde o início da parceria:

  • 0,6 toneladas de petróleo deixaram de ser extraídas.
  • 355 mil de kWh de energia elétrica foram economizados.
  • 8,2 milhões de metros cúbicos de aterros sanitários fossem ocupados por embalagens da marca.

Impacto Social

  • É legal saber: A Yattó valoriza a cadeia de reciclagem; por isso, realiza a compra dos resíduos para os projetos de economia circular para gerar renda extra para as cooperativas de reciclagem e seus catadores. Essa renda é utilizada conforme a necessidade da cooperativa, podendo ser um acréscimo no salário de cada catador, assim como auxílio no custo da infraestrutura (aluguel, equipamentos, contas etc). O valor sempre é gerenciado pela própria cooperativa de reciclagem.
  • Em 2023 e 2024, aproximadamente R$ 80 mil reais foram gerados em renda extra para as cooperativas de catadores.
  • Impactamos positivamente aproximadamente 29 cooperativas e 560 cooperados.
  • Parceria e presença em cinco estados (MG, SP, PR, SC e RS) e 17 municípios.

 

Quer tornar seu portfólio de produtos mais circular?

Deseja saber mais sobre os serviços da Yattó? 
Compartilhe
Comunicação Yattó
Gabrielle Maia
Assessoria de Imprensa
Ecomunica